Facebook Twitter Google Plus
Segunda-Feira 17 de Dezembro de 2018
Madeira Lamelada
Woodlam
Newsletter

Subscreva a newsletter e receba por email todas as novidades.

Woodlam - Madeira Lamelada

Caracteristicas Lamelados Colados

Breve história da evolução da madeira lamelada colada
A ideia de reconstituir secções de madeira a partir da colagem de peças de menor secção remonta ao tempo dos egípcios. No entanto a utilização efectiva de madeira lamelada para uso na construção civil a partir do início do século XX com o surgimento de colas orgânicas de alta resistência. Durante este século a técnica de lamelado colado obteve grandes progressos em dois momentos. O primeiro, em 1940, deu-se com o surgimento das primeiras colas sintéticas. Depois, na década de 80, as grande mudanças políticas e económicas vividas. As mudanças decorrentes desta abertura fizeram com que se estabelecessem normas e padrões para a comercialização de diversos produtos empregados na construção civil.

É assim que surge a madeira lamelada na construção, possibilitando a sua utilização como elemento estrutural, com todas as possibilidades arquitectónicas que oferece.

Madeira lamelada
Este material, sendo composto por lamelas de madeira de espessura pré-dimensionada e classificada segundo a sua classe de resistência mecânica, fortemente ligadas por sobreposição, com colas adequadas de grande resistência:
MUF (Melamina-Urea-Formaldaído), dá lugar a colagem à prova de água e do clima de acordo com colas do tipo I das normas europeias EN 301 e EN 302,para colas e estruturas de suporte.
RF (Resorcinol Fenol), dá lugar a colagem de estruturas de madeira de suporte para interior e exterior de acordo com a norma DIN 1052.

A madeira lamelada colada permite obter grandes vãos, através de ligação “finger-joint”, permite que se proceda a uma escolha criteriosa das peças de madeira e à eliminação das deficiência maiores antes da colagem. Esse processo torna as vigas mais homogéneas e evita a fendilhação, uma vez que as tensões geradas por umas lamelas são contrariadas e absorvidas pelas outras.

A madeira utilizada pela empresa para a produção de Glulam é o Pinho Nórdico (Pice Abies).

Os projectos e produção Woodlam são executados de acordo com as normas europeias:
EUROCÓDIGO 5 (EC5) – Regulamenta a construção em madeira serrada e em madeira lamelada;
RSA - Regulamento de Segurança e Acções para Estruturas de Edifícios e Pontes, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 235/83, de 31 de Maio;
UNE EN 1194. “Estruturas de madeira. Madeira lamelada colada. Classes de resistência e determinação dos valores;
EN 386 – Regulamenta a produção dos lamelados colados;

Madeira Lamelada colada, GL24, GL28, GL32, GL36 combinada e homogénea

Madeira Lamelada Colada

Relação entre as classes de resistência da madeira lamelada colada homogénea e combinada

O quadro seguinte, extraído da EN1194, exemplifica as combinações de madeira (das lamelas) requeridas para a obtenção de cada classe de glulam (homogéneo ou combinado).

Madeira Lamelada Colada

Nota: No caso de glulam combinado, as laminações externas terão uma espessura mínima de 1/6 da altura da secção.

Uma alternativa para o dimensionamento com glulam combinado é a de homogeneizar a secção, procedendo depois como se de uma viga homogénea se tratasse.

Utilizações Madeira Lamelada colada
• Estrutura da cobertura de grande vão (centros comerciais, pavilhões desportivos, piscinas, etc.)
• Passagens pedonais
• Habitações
• Reabilitação de edifícios

Acabamento

Impregnante
Produto á base aquosa de secagem rápida, transparente, repele a água, manchas e sujidade. Penetra em profundidade nas fibras da madeira, protegendo-a das bactérias e fungos. Não forma película. Acabado Produto á base aquosa, secagem rápida, de alta elasticidade e aspecto sedoso natural. Garante uma eficaz protecção da madeira e dispõem de filtros UV.

A Woodlam disponibiliza aos seus clientes um departamento técnico, com profissionais habilitados e com larga experiência no sector, de forma a projectar e fabricar estruturas personalizadas á medida do gosto e medida do cliente.